Festa em honra á Virgem das Dores

Ratio: 0 / 5

Inicio desactivadoInicio desactivadoInicio desactivadoInicio desactivadoInicio desactivado
 

Romaria, uma das mais castiças e tradicionais do Alto Minho, arrancou o 16, prolongando-se até à próxima segunda-feira. Cinco dias de devoção, animação e convívio com momentos religiosos e festivos. Pontos fortes no domingo com a Procissão Solene em Honra à Virgem das Dores e, na segunda, com a Procissão Solene em Honra do Emigrante.

As noites prometem com Festival de Folclore, Rosinha e o grupo Kalhambeque, Monção Brass e Aurea. No sábado, o destaque vai para Thema Solus e Wilson Honrado.

No domingo, concerto de bandas filarmónicas e verbena com o grupo KapitTal. Na segunda-feira, sobem ao palco Roconorte e Raquel Tavares.

 

A Festa em Honra à Virgem das Dores, uma das romarias mais castiças e genuínas do Alto Minho, decorre entre 16 e 20 de agosto com a promessa de cinco dias de veneração à imagem de Nossa Senhora e diversos momentos de animação com acentuada componente tradicional, etnográfica e festiva.

Os momentos mais fortes, que reúnem milhares de pessoas nas ruas e varandas do centro histórico, são a procissão solene em honra à Virgem das Dores, no domingo, principal dia das festividades, e a procissão solene em honra do emigrante, segunda-feira, último dia.

Destaque ainda para a saudação mútua e despedida das bandas, após a procissão de domingo, onde os elementos da comissão de festas desfilam ao som das duas filarmónicas locais, sendo aplaudidos pelo público que enche os passeios para lhes agradecer a realização da festa.

Nos restantes dias, o programa reserva atuações de grupos de bombos, zabumbas, cabeçudos, gigantones, tocadores de concertina, cantadores ao desafio, cavaquinhos, ranchos folclóricos e bandas filarmónicas. As orquestras  também marcam presença. Tal como grupos e artistas nacionais conhecidos do grande público.

A animação, com milhares de pessoas nas ruas, está garantida nestes cinco dias de festa. Hoje, a partir das 20h00, a Praça Deu-la-Deu, recebe o Festival de Folclore com nove agrupamentos locais, seguindo-se a artista Rosinha e o Grupo Kalhambeque.

Amanhã, sexta-feira, o programa prevê grupos de gaiteiros e Zés P`reiras, durante a manhã, e tarde infantil, durante a tarde. À noite, a partir das 22h00, atuação do Monção Brass e concerto de Aurea. Segue-se animação com os DJ`s Pedro Pagodes, Luis Canossa e Keu.

No sábado, realiza-se a “grandiosa sessão de fogo-de-artifício”. Antes, concerto filarmónico com a Banda Musical de Monção e a Banda Musical de Arcos de Valdevez. Depois, atuação do grupo Thema Solus e Wilson Honrado.  

O domingo tem uma forte componente religiosa com a Procissão Solene em Honra à Virgem das Dores. Prevê também a despedida das bandas, momento único e inesquecível para os mordomos e mordomas. A noite vai encher-se ao ritmo das orquestras Paralelos e Kapittal.

O último dia, segunda-feira, engloba missa e procissão em homenagem aos emigrantes, durante a manhã, e convívio do emigrante com atuação do grupo “Cantares do Alvarinho”, ao final da tarde. Pelas 22h00, sobe ao palco o Grupo Roconorte e, pelas 23h00, concerto de Raquel Tavares. A festividade termina com nova sessão de fogo-de-artifício.

 

Escribir un comentario
PorriñoDigital. es recuerda: Será declinada toda responsabilidad derivada de las afirmaciones realizadas por sus usuarios. La sola publicación de comentarios en las noticias implica la aceptación de esta condición. Se ruega moderen el tono de sus afirmaciones en aras a mantener un talante dialogante y educado.


PorriñoDigital.es nace como un proyecto de jóvenes emprendedores porriñeses con ganas de dotar a nuestra villa de un espacio de comunicación local.
Tú eres parte de nuestro proyecto, trabajamos para tí.

Secciones

Redes Sociales

Suscríbete